0

large large (8) large (6) large (3) large (4) large (5)

Anúncios
0

A Lista Negra ♪ ♪ ♪ ♪ ♪

A_LISTA_NEGRA_1331344331P

 

A Lista Negra por Jennifer Brown  Gutenberg

Score: ♪  ♪  ♪  ♪  ♪

Outubro de 2006 – Pennsylvania, EUA; Abril de 2007 – Virginia, EUA; Novembro de 2007 – Tuusula, Finlândia; Fevereiro de 2008 – Guangdong, China; Fevereiro 2008 – Louisiana, EUA; Fevereiro 2008 – Chicago, EUA; Setembro 2008 – Kauhajoki, Finlândia(…)

Essas não são nem metade das datas que marcam os maiores massacres ocorridos em escolas no mundo. A cada segundo, a cada minuto que se passa novos atentados podem estar acontecendo. É súbito, é inesperado. É uma surpresa. Qual o verdadeiro motivo por trás dos tiroteios? Quais são os culpados?

As mesmas perguntas atravessaram a mente de Valerie quando Nick, seu namorado, deu o primeiro tiro contra uma aluna na cafeteria da escola. Depois disso foi uma confusão de pessoas, desespero e grito. Valerie não gostava de metade dos alunos que passavam por aqueles corredores, se limitando a conversar apenas com Nick e os outros poucos excluídos. Mas isso não a impediu de evitar que uma de suas inimigas morresse. Sem pensar duas vezes ela empurrou seu namorado, acabou por levar um tiro na perna e ainda presenciou o suicídio do garoto que amava.

Valerie e Nick não são alunos comuns, não conseguem passar despercebidos. Mas o que chama a atenção? As roupas? As músicas que escutam? Os assuntos? Os lugares que frequentam? Por que isso faz com que eles sejam alvo de bullying?

Para liberar o ódio que sentia por todos que os maltratavam, Valerie começa uma listas: A Lista Negra. Ela colocava o nome de todos aqueles que faziam ela sofrer: Jessica Campbell e seu cabelo perfeito, Chris Summer e seus socos e empurrões, os xingamentos, livros rasgados, MP3 quebrados, a briga de seus pais. Nomes e mais nomes preenchiam as páginas de seu caderno. Logo Nick começou a fazer parte e mais nomes foram acrescentados a lista.

Mas era apenas uma maneira de aliviar todos aqueles sentimentos e a faziam mal. Então quando a tragédia aconteceu, Valerie viu Nick procurar por cada aluno que integrava a lista, viu o terror acontecer na face dos alunos.

Agora, depois das férias, com seu namorado morto e uma perna machucada, ela deve voltar à escola e enfrentar os olhares acusadores. Os jornais não a deixam em paz, as pessoas a culpam como se ela tivesse segurado a arma, sua mãe teme que ela mate alguém e seu pai nem a olha nos olhos.

Valerie apenas quer passar de ano, se graduar e seguir com sua vida, mas parece que nem tudo é tão fácil: psicólogos, jornalistas, mais ódio, ameaças de morte e sua inimiga quer se tornar sua melhor amiga.

Como ela vai conseguir?

Esse é o tipo de livro que você precisa ler para entender. É bem emocionante e triste, com detalhes. Porém é um livro que mostra superação de uma menina que sofreu antes e depois das decisões de seu namorado.

Mais do que recomendado.

E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio.

Fonte das datas

Fonte do Quote

0

A Maldição do Lobisomem ♪ ♪ ♪

A-Maldição-do-Lobisomem

A Maldição do Lobisomem por Shannon Delany  Universo dos Livros

Score: ♪  ♪  ♪

A moda lobisomem ainda está nas prateleiras das livrarias. E não pense que é só por que Erótica, Vampiros e Romances estão vindo com toda a força que os lobisomens vão se esconder.

Tinha comprado o livro em uma de muitas promoções via internet e ele ficou ali na minha estante por um bom tempo. Tenho a mania de querer ler um livro que me faça ficar presa desde a primeira linha. E eu estava com dificuldade de achar algo assim (não levando em consideração que eu tenho metade da minha estante sem ler).

Dei uma chance.

É uma história um pouco complicada, com muitas coisas misturadas e muitas aparições de personagens que não deveriam estar ali (minha humilde opinião, claro).

Jéssica é uma menina diferente. Poucos amigos, mas muita inteligência. E é claro que ela chama a atenção de Pietr (se diz Peter, mas se escreve direito). O nome dele é estranho desse jeito, por que ele é russo. Eles se conhecem quando ela é escolhida para mostrar os arredores da escola para ele.

Sendo o clichê de sempre, ele se sente atraído por ela instantaneamente, mas ela não esta aí para ele. Afinal ela ainda alimenta uma paixão (não)* correspondida por Derek.

*Ainda não fica claro se ele gosta dela ou não. Uma hora ele demonstra, na outra ele esta namorando a inimiga de Jessica. É complicado.

Sendo a jornalista que é, ela não deixa de perceber que há algo obscuro em Pietr, algo que a atrai de maneira estranha. E obviamente ela começa a ficar indecisa: Pietr x Derek.

Team Pietr, claro.

Enfim, essa curiosidade acaba fazendo com que ela investigue coisa que envolvem lobos, CIA, Máfia Russa e a família de Pietr. E é quando a coisa perde o rumo. Quer dizer, adolescentes e Máfia Russa? E o desespero de fazer algo novo, ein Shannon?

É uma série, então tudo isso faça sentido algum dia em minha vida. Ainda não decidi se continuarei a leitura, mas eu definitivamente fiquei apaixonada por Pietr. Temos que admitir que a “áurea misteriosa” desses personagens não bem atraentes.

Claro que logo no primeiro capítulo sabemos quem vai ser o lobisomem da história (clichê, much?).

“- Nunca ouvi tantas vezes meu nome ser pronunciado de maneira tão… criativa. – ele sorriu, por um momento. – Peter – disse – a pronuncia é a mesma, apenas a escrita é diferenta. – ele retirou a etiqueta com seu nome e amassou.

– Oh. – ele não parecia perigoso… – Estranho – afirmei de repente.”

Saiba Mais

1

sorteiro Paperboy

“Um romance estranho e belo, que nos obriga a permanecer em suas misteriosas vielas emocionais.”

the new york times

wpid-photogrid_1402420438884.jpg

  • prêmio: livro “The Paperboy” por Pete Dexter.
  • regras:
  1. * seguir o facebook do blog.
  2. * responder o formulário.
  3. * ter endereço de entrega no Brasil
  • – resultado: dia 30 de junho de 2014

boa sorte (:

0

A Lenda do Lago Dourado por Edson Vanzella Pereira

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano.

Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia.

Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso.

Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir.

Edson Vanzella Pereira nasceu em 06 de agosto de 1966, na cidade de Rolândia, estado do Paraná, onde mora até hoje. Tem formação acadêmica em engenharia agronômica. Aos 23 anos, se enveredou para o ramo empresarial, onde foi acompanhando passo a passo o desenvolvimento da companhia. Conforme a empresa crescia, os problemas se acumulavam e a responsabilidade pesava cada vez mais.
Percebeu que já não era mais dono do seu tempo, passou a sofrer com dificuldade extrema para dormir. Foi nestas horas de insônia que começou a fazer uma coisa que sempre gostou: sonhar e escrever.

Assim nasceu A Lenda do Lago Dourado.

Compre o livro.

Adicione no skoob.

Saiba mais.